Ainda não possui cadastro? Cadastre-se

PROMOÇÕES DA SEMANA

OFICIAL: Nvidia compra ARM por US$ 40 bilhões

14/09/2020 13:57

OFICIAL: Nvidia compra ARM por US$ 40 bilhões e fica mais forte do que nunca


A Nvidia acaba de anunciar pela sua conta oficial no Twitter e press release que está comprando a empresa de semicondutores ARM por US$ 40 bilhões. O acordo vai fazer com que a Nvidia aumente ainda mais sua presença no setor de computação móvel, especialmente quando se trata de trazer sua tecnologia de IA para plataformas como smartphones, PCs e carros autônomos. Já se especulava que esse acordo poderia ocorrer com as duas empresas, agora, a informação foi oficializada.


Com a compra da ARM, a Nvidia volta a ter poder para competir no topo do mercado mobile e conectado, algo que a empresa havia tentado antes com os chips Tegra e não conseguiu. A estratégia dá à fabricante de hardwares uma força muito grande no mercado de chips/CPUs, e certamente colocará a marca na briga direta com empresas como Intel, AMD e Qualcomm no quesito de CPUs.


Enquanto isso, a ARM também vai se beneficiar com a junção de forças, obtendo ainda mais suporte para os setores de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), bem como acesso a todo o pacote de produtos da Nvidia. A Nvidia ainda declarou que vai construir um supercomputador de IA equipado com CPUs ARM na sede da empresa, na cidade de Cambridge, Inglaterra.


Curiosamente, o Snapdragon agora é um produto baseado na tecnologia da Nvidia. Entretanto, a GPU Adreno do chip mobile era a antiga Radeon Mobile, que a AMD não acreditou. Agora, o investimento da Nvidia vai aumentar ainda mais a diferença entre as duas eternas concorrentes de mercado.


No comunicado oficial, ambas as empresas destacaram que a ARM ainda manterá seu modelo de licenciamento aberto e neutralidade com os clientes existentes. A transação foi aprovada pelos conselhos de administração da Nvidia, SBG e ARM. Os detalhes mostram que a Nvidia pagará à SoftBank um total de US$ 21,5 bilhões em ações ordinárias da Nvidia e US$ 12 bilhões em dinheiro, que inclui US$ 2 bilhões no momento da assinatura.


A transação proposta está sujeita às condições habituais de fechamento, incluindo o recebimento de aprovações regulatórias para o Reino Unido, China, União Europeia e Estados Unidos. A conclusão da transação está prevista para ocorrer em aproximadamente 18 meses.


Fonte: Adrenaline

NOTÍCIAS